Podemos iniciar este artigo com a definição do que é uma alimentação balanceada. Consiste em verificarmos se a alimentação está na proporção adequada e se contém a quantidade de calorias e nutrientes (carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais) necessária para garantir a sua saúde!

Se algum desses nutrientes faltarem ou estiver em quantidade insuficiente, sabe qual a consequência?

Seu organismo entra em desiquilíbrio e você pode adquirir algumas doenças indesejáveis.

Ou ainda, se você tiver o hábito de fazer “dietas” por conta própria, sem orientação nenhuma e sem saber quais são suas reais necessidades, poderá se exceder na quantidade de nutrientes, e nada em demasia é saudável.

Isto pode levar a toxicidade do organismo.

Fica a dica: Busque pelo equilíbrio nutricional priorizando a qualidade, não só a quantidade de alimentos que põe no seu prato. Para uma alimentação balanceada, procure sempre a ajuda de um nutricionista, ele é o profissional mais indicado para te orientar!

Conheça a função de cada nutriente para ter uma alimentação balanceada.

alimentacao-balanceada-e-seus-nutrientes-boa-alimentacao

Carboidratos:

Nossa principal fonte de energia, toda refeição deve ter pelo menos um alimento deste grupo.

Principais fontesarroz, batata, massas e doces em geral, mandioca, farinha, pães, biscoitos.

A necessidade de carboidratos varia de acordo com a atividade da pessoa (vai de 50 a 60% do valor calórico total) diário.

E para você que se preocupa muito com a saúde e bem estar saiba como a falta de carboidratos interfere na alimentação balanceada: caso falte carboidratos na sua alimentação, o seu corpo começa a se manifestar com:

  • Fraqueza
  • Tremores
  • Mãos frias
  • Nervosismo
  • Tonturas podendo levar até o desmaio

Além disso, para obter a energia que você precisa o organismo começa a utilizar proteína (da massa muscular) e gordura.

Neste processo você pode até emagrecer, mas a felicidade dura pouco, porque o organismo precisa da glicose para sobreviver e em algum momento você vai querer compensar a falta de carboidratos e voltará a engordar, porque a compensação leva ao exagero, e o exagero leva a obesidade, com certeza não é isso que você deseja não é mesmo?

Então, para emagrecer de forma saudável não deixe faltar e nem extrapole o carboidrato de cada dia.

Proteínas:

Como as proteínas contribuem para você manter uma alimentação balanceada.

As proteínas são necessárias para formação dos tecidos novos do corpo.

Por isso, são chamadas de alimentos de construção ou alimentos plásticos.

São indispensáveis para o crescimento e para a manutenção da vida.

O organismo gasta constantemente suas proteínas, que precisam ser substituídas e isso só é possível através de uma alimentação balanceada.

Principais fontes: ovos, queijos, carnes em geral (de boi, porco, aves, peixes, crustáceos, vísceras), leite, coalhada. Temos também as proteínas de origem vegetal como: soja, feijão, ervilha, lentilha, grão-de-bico.

Uma dieta pobre em proteínas é incapaz de promover o crescimento e de manter a vida.

Pode causar:

  • Crescimento retardado e menor desenvolvimento da musculatura, as crianças que não recebem proteínas suficientes em sua alimentação, por exemplo, tem seu crescimento prejudicado e, portanto, menor estatura do que as mais bem-alimentadas.
  • Defeitos de postura como: ombros caídos, cabeça pendida para frente e os braços caídos ao longo do corpo.
  • Cansaço fácil
  • Palidez e desânimo
  • Falta de resistência contra doenças
  • Difícil cicatrização

O organismo necessita de proteínas, na proporção de 10 a 15% do valor energético total.

Uma alimentação balanceada deve garantir que o 1/3 das proteínas seja de alto valor biológico. As proteínas de alto valor biológico são as que contêm todos os aminoácidos essenciais nas quantidades ideais para o organismo.

Os aminoácidos essenciais são aqueles que o organismo não produz, devendo, portanto, provir da sua alimentação.

Lipídios:

Os lipídios são nutrientes altamente energéticos na alimentação balanceada: 1 grama de lipídio produz mais que o dobro da energia produzida por 1 g de carboidrato ou proteína (estes fornecem 4 calorias por grama).

Além da função energética, os lipídios veiculam as vitaminas lipossolúveis (A, D, E, K), que são absorvidas com elas.

As gorduras também são importantes para manter a temperatura corporal, atuando como um isolante interno produzido pelo organismo.

Principais fontes: temos as fontes de origem animal como: manteiga, creme de leite, banha de porco, toucinho e carnes gordas, além das fontes de origem vegetal encontradas em: óleos extraídos do milho, da soja, do arroz, da semente de girassol, do caroço, nozes, castanhas, abacate e sementes oleaginosas em geral.

Dentro de uma alimentação balanceada as gorduras devem corresponder de 30 a 35% do valor calórico total.

Mas atenção! Caso você tenha detectado através de exames que está com altas taxas de gorduras no sangue ou se você tem alguma doença coronária, a recomendação geral é ingerir menores quantidades de lipídios, busque por orientação médica se este for o seu caso.

Para não correr o risco de desenvolver doenças como hipercolesterolemia (colesterol alto), doenças coronárias como já foi dito, ou outras que o excesso de gorduras pode trazer, inclua na sua alimentação, gorduras boas, como as insaturadas.

Ter uma alimentação balanceada e se esforçar para reduzir a quantidade de gorduras saturadas do seu dia-a-dia previnem:

  • O aumento do colesterol
  • A ocorrência de diarreia, por conta de sobrecarregar o aparelho digestivo para digerir as gorduras.
  • Aumento do peso corporal

Previna-se! Siga os 10 passos para uma alimentação balanceada e saudável:

1) Maior quantidade de fibras nas refeições diárias, uma boa dica é iniciar as refeições principais (almoço e jantar) com um belo prato de salada.

2) Quando aumentar a quantidade de fibras aumente também a quantidade de água, tome no mínimo 8 copos de água ao dia.

3) Procure ter horários para as refeições e não pule nenhuma.

4) Evite beliscar entre uma refeição e outra.

5) Não faça dietas malucas, nenhuma dieta é milagrosa!

6) Na hora de temperar a salada, dê preferência aos temperos como: limão, vinagre, ervas finas, azeite, não use molhos prontos, são gordurosos e pode colocar todo o seu esforço a perder.

7) Dê preferência aos sucos naturais ao invés de refrigerantes.

8) Inclua carnes com menor quantidade de gorduras como peixe, frango (peito), peru, patinho, contrafilé.

9) Retire a pele das aves, são compostos basicamente por gorduras.

10) Evite frituras, dê preferência por preparar os alimentos cozidos ou grelhados.

 

  •  
  •  
  •  

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *