Suplemento alimentar, como o próprio nome diz, é algo que suplementa a alimentação. Uma complementação de substâncias que nosso organismo necessita e não conseguimos, com uma alimentação falha ou em carência nutricional, chegar à quantidade correta para funcionamento pleno do organismo e até mesmo tratamentos.

Muitas vezes, diversos tipos de suplemento alimentar, são utilizados de forma errônea por falta de orientação profissional, até mesmo por falta de necessidade do uso de alguns. Suplemento alimentar é adequado na medida e situação certa. Usa-los sem limites e sem orientações podem acarretar em danos à sua saúde.

Atletas, praticantes de exercícios físicos e pessoas ansiosas por emagrecer e aumentar sua massa muscular costumam buscar muitos suplementos por conta própria e avaliar o resultado no seu corpo.  O uso sem orientação não é somente de um suplemento, mas sim de um conjunto deles!  Se você faz isso, reavalie sua atitude! Você pode estar danificando seus órgãos e só perceber as consequências daqui um tempo.

Existem diversos tipos de suplementos. Há suplemento alimentar de vitaminas, minerais, gorduras poli-insaturadas, aminoácidos, dentre outros. Leia esse texto e descubra como os suplementos são classificados e a explicação de alguns amplamente utilizados.

 

Porque usar suplemento alimentar?

Usar suplementos alimentares não é tão simples assim. Não são todos que precisam e nem são contra indicados para toda a população. O uso é uma questão de necessidade, não apenas desejo.

Algumas das indicações de suplementos são para melhor desempenho de atletas (aumento de massa muscular e reposição de perdas nutricionais no treinamento), tratamento de indivíduos com carências nutricionais, alguns tratamentos específicos (até mesmo estéticos) e para indivíduos que apresentam dificuldade de alimentação.

Só suplementos são necessários? Não! Suplementos não podem ser a alimentação em si. Alimentos constituem a nossa alimentação e não cápsulas ou pós com nutrientes. Se desejar um bom resultado, alie o seu uso orientado de suplementos com hábitos saudáveis (tanto de vida quanto alimentares).

suplemento-alimentar-os-tipos-e-3-dica-boa-alimentacao

 

Quais são os tipos de suplemento alimentar?

  • Hipercalóricos: com alto valor de calorias, alto valor energético. São voltados para quem deseja ganhar peso e hipertrofia muscular. Compostos por carboidratos e aminoácidos essenciais.
  • Hiperproteicos: altos valores de proteína que auxiliam no aumento e manutenção muscular. São compostos por aminoácidos essenciais ao nosso organismo.
  • Termogênicos: aceleram o metabolismo e facilitam o emagrecimento. Podem contribuir para a perda de peso e gordura corporal.
  • Antioxidantes: é um tipo de suplemento alimentar rico em nutrientes antioxidantes. Auxiliam na desintoxicação do organismo, prevenção de doenças e envelhecimento precoce devido a eliminação de radicais livres.
  • Multivitamínicos/Polivitamínicos: oferecem grandes quantidades de vitaminas e de minerais à indivíduos que precisam complementar a ingestão desses nutrientes. Podem conter mais de duas vitaminas ou minerais.

 

Multivitamínicos: é sempre bom usar esse suplemento alimentar?

Cautela sempre é necessária.  Muitos dizem que é melhor “pecar pelo excesso”. Entretanto, no caso dos multivitamínicos, não deve ser assim. Vitaminas e minerais em excesso são prejudiciais também, não apenas a falta de alguns deles. Dependendo da quantidade, podem ser tóxicos (vitamina A, D, B6, potássio, sódio, ferro).

Antes de comprar um multivitamínico faça uma avaliação bioquímica. Exames são necessários para saber quais nutrientes você precisa. Uma dica é não comprar nenhum multivitamínico que contenha mais de 100% da dose diária recomendada de um nutriente. Apenas com indicação médica.

 

Conheça alguns suplementos alimentares

Albumina:      encontrada na clara de ovos e de alto valor biológico. Utilizada em uma dieta hiperproteica devido a facilidade de digestão e absorção, que facilita a recuperação do organismo. Como todo suplemento proteico, deve-se ter muita atenção, devido aos danos renais e hepáticos que podem surgir.

Cafeína: estimulante do sistema nervoso central. Usado para melhorar o desempenho (diminuir a percepção e aumenta o limiar da dor) e emagrecer. Pode gerar liberação de adrenalina em altas quantidades, além de grande efeito diurético que pode levar a desidratação. Muito cuidado: a cafeína pode ser um suplemento alimentar prejudicial e não apresentar tanto efeito em indivíduos que consomem cafeína regularmente.

 BCAA (Branched-chain amino acids): são aminoácidos de cadeia ramificada (L-valina, L-leucina e L-isoleucina) que nosso organismo não produz, sendo chamados de essenciais. São relacionados à melhora dos processos de construção (anabolismo) do nosso corpo. Como todos os suplementos, utilizar apenas com supervisão de nutricionista e médico.

Glutamina: é o aminoácido mais abundante no músculo e desempenha diversas funções. Importante regulador do sistema imunológico e crescimento muscular (efeito anabólico).  É capaz de captar água para o meio intracelular, estimulando a síntese proteica.

Ômega 3: o suplemento alimentar mais consumido para a ingestão de ácidos graxos poli-insaturados ômega 3 é o óleo de peixe. Pode auxiliar na redução do colesterol, atividade anti-inflamatória, proteção cerebral de danos cognitivos relacionados à doença de Alzheimer.

 

3 Dicas Importantes para o uso de suplemento alimentar:

  1. Faça exames e avaliação nutricional antes de tomar algum suplemento alimentar.
  2. Na gestação e em cada faixa etária, pergunte ao médico sobre a necessidade de adicionar um suplemento alimentar.
  3. No caso de exercícios físicos, a duração e a intensidade da atividade são uns dos determinantes para a escolha do suplemento alimentar, além da individualidade do organismo. Não compre e use suplementos em conjunto!

 

Conclusão:

Suplemento alimentar é bom na situação e medida certa. Não use nenhum suplemento sem orientação e avaliação de um profissional. Evite consequências ruins como danos nos rins, fígado e coração, além de alergias, excesso de gases e mudança indesejável da sua composição corporal (aumento do percentual de gordura).

 

A melhor opção sempre será uma alimentação saudável com frutas hortaliças, proteínas diferentes e muita vontade de se alimentar adequadamente.

This Post Has 2 Comments

  1. Ha pessoas que por questões genéticas mesmo se dedicando muito na academia encontram dificuldades para adquirir massa muscular
    metadrol me ajudou mundo a conseguir o corpo sonhado hoje nao consigo ficar sem todos os benefícios que ele proporciona gostei muito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *